Skip to main content

Habenaria Radiata

[dropcap]Q[/dropcap]uem observa a Habenaria Radiata, um tipo de orquídea, pela primeira vez se surpreende com seu visual que lembra uma garça de asas infladas. Trata-se de uma das orquídeas terrestres mais famosas do Japão sendo conhecida pelo nome de egret.

Essa bela flor pode ser encontrada ainda na China, Rússia e Coreia. Embora seja bela a Habenaria Radiata se encontra sob ameaça de extinção pela dificuldade que os produtores de flores tem de cultivá-las e por crescer em áreas que foram tomadas por culturas de arroz.

Conhecendo Melhor a Habenaria radiata

Uma orquídea pequenina que é encontrada em regiões úmidas e encostas de países asiáticos. As folhas que compõem essa planta são do tipo gramínea tendo em média entre 5 e 20 centímetros e com apenas 1 centímetro de largura. Cada espécime pode ter até 7 folhas. No início da estação da primavera novas folhas nascem atingindo seu ápice durante o verão. As flores ficam dispostas alternadamente pelo caule que costuma atingir até 50 centímetros.

O período de floração dessa orquídea começa geralmente em julho e se estende até agosto no Hemisfério Norte. A planta pode ter entre uma e oito flores com até 4 centímetros de largura. O grande destaque fica por conta das pétalas das flores que são grandes e vistosas. Por ter pétalas dentadas essa flor parece uma garça de asas abertas.

Como a Habenaria radiata se Desenvolve

Algo bastante interessante sobre essa variedade de orquídea é que ela cresce a partir de um tubérculo pequenino que fica subterrâneo. As raízes dessa planta são carnudas e sem ramificações. Como essa é uma planta decídua durante seu desenvolvimento o tubérculo oferece mais energia para a renovação da vida. Nesse ciclo as flores surgem e depois de algum tempo se constituem numa nova planta sendo que as raízes que lhe deram origem acabam morrendo.

Ameaça de Extinção a Habenaria radiata

Dois fatores que tem grande peso na possível extinção da Habenaria radiata são a cobrança excessiva da planta e a destruição do seu habitat natural de maneira que ela não consegue se desenvolver mais. Antes da difusão agrícola essa orquídea estava presente em regiões de pântano de terra baixa. Com o crescimento do cultivo de arroz as orquídeas foram perdendo seu espaço.

Outro ponto importante de considerar é o processo de urbanização que acabou reduzindo as áreas de desenvolvimento das orquídeas. Hoje em dia a planta pode ser encontrada em regiões de encostas altas que não são recomendadas para o cultivo agrícola. O espaço que sobrou para essas plantas em países desenvolvidos como o Japão foram esses espaços que não recebem a agricultura. Algo positivo é que muitas das regiões em que a Habenaria radiata se desenvolve passou a estar sob proteção.

O Cultivo da Habenaria radiata

Mesmo que os produtores de flores não queiram se dedicar ao cultivo de Habenaria radiata não é uma planta difícil de fazer crescer. Uma das facilidades que ela apresenta é o fato de produzir novos tubérculos a cada estação dando assim origem a novos indivíduos. Começando com apenas um exemplar é possível aumentar significativamente a quantidade depois de algum tempo.

A escolha do solo deve ser feita com cuidado observando que essa é uma planta suscetível ao ataque de fungos e bactérias. No momento de escolher a lâmpada a ser cultivada dê preferência para as mais claras e com pelos. Quem vai fazer o cultivo durante o outono deverá passar a lâmpada por uma solução fungicida. O cultivo deverá ser realizado durante a primavera. Plante-a logo abaixo da superfície de terra, a ponta deverá ficar para cima.

Saiba que essas plantas podem levar semanas para começar a nascer. Nos dias mais quentes do verão você deverá manter o substrato da orquídea úmido. Tenha atenção para não afogar as raízes da sua orquídea. No período do inverno a planta deverá ficar seca, costuma resistir bem até a temperaturas negativas. Se for usar fertilizante prefira o inorgânico e de preferência diluído em água. No seu habitat natural fica exposta ao sol.

One thought to “Habenaria Radiata”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *